Sem Sangue, Sem Remissão - C. H. Spurgeon


Créditos: Projeto Spurgeon
“Sem derramento de sangue não há remissão.” Hebreus 9:22
Sob a antigua dispensação figurativa, era certo de que seus olhos se topavam em qualquer canto com o sangue. O sangue era o mais promeniente sob a economia judaica. Era raro que se observasse alguma cerimônia sem ela. Não era possivel adentrtar em nenhuma parte do tabernáculo sem que fosse visto os rastros de sangue ao pé do altar. O lugar era tão semelhante a um matadouro que visitá-lo não deve de ter sido nada atrativo para o gosto natural, e para deleitar-se nele, o homem precisava de um entendimento espiritual e de uma fé viva. O sacrificio de animais constituia a maneira de adorar: a efusão de sangue era o rito estabelecido e a difusão desse sangue sobre o piso, sobre as cortinas e sobre as vestes dos sacerdotes, era constante memorial.

Contas Premium
Compartilhe Este Livro :
 

Copyright © 2012 - 2017. Gospel Book - Resenha de Livros Evangélicos - Website: Equipe Gospel Book - Todos os Direitos Reservados.